• novembro negro
  • Curta no Facebook
  • Nosso Instagram
  • Veja no YouTube
  • Feed RSS
  • Programação Pelourinho
  • TVE










  • Educadora FM
  • TV KIRIMURÊ
  • Agenda Cultural (Funceb)
  • Respeita as Mina
  • Mapeamento dos Conselhos Municipais de Cultura em ATUALIZAÇÃO
  • MROSC

Conselho Estadual de Cultura

06/06/2019 10:30

Patrimônio Imaterial: Festa do Divino é celebrada em todo o estado

A Festa do Divino Espírito Santo manifestação religiosa da igreja católica, é celebrada em diversos municípios como em: Andaraí, Brotas de Macaúbas, Palmas do Monte Alto, Poções, Barreiras, Cachoeira, Bom Jesus da Lapa e também em Salvador. Desde 2017, a Festa do Divino Espírito Santo de Bom Jesus da Lapa é considerada como Bem Cultural Imaterial do Estado da Bahia.

Geralmente celebrada após o período pascal e no dia de Pentecostes, a Festa do Divino Espírito Santo é marcada por alvoradas, cavalgadas, missas, desfiles, além de diversas manifestações públicas, religiosas e também profanas que em todos os anos atraem fiéis do país inteiro. Dentre as manifestações em todo o estado se destaca a celebração realizada na cidade de Bom Jesus da Lapa que recebe diversas caravanas de fiéis, dessa forma a Romaria também recebeu o Registro Especial Provisório como Patrimônio Imaterial do Estado. A determinação na época foi aprovada pelo Conselho Estadual de Cultura da Bahia, e autorizada pelo governador Rui Costa.

Na cidade de Poções a Festa do Divino será realizada de 06 a 09 de Junho. Na sexta-feira (07), acontece o ponto mais alto do evento com a tradicional "Chegada das Bandeiras'", além de shows de artistas do forró nacional e bandas locais.

O Conselheiro Emílio Tapioca  que reside em Andaraí, cidade  onde também ocorre a Festa do Divino, destacou a representação da festa para o estado: "A importância e significado das manifestações religiosas que ao longo das suas tradições adquiriram uma forte presença da cultura popular, apresenta expressões das mais diversas valorizam a pluralidade e a identidade do panteão cultural da Bahia e da nação brasileira". Finaliza Tapioca.

Em Andaraí, a festa acontece nos dias 7, 8 e 9 de junho. Na sexta (07) e no sábado (8 ) acontecem diversas apresentações musicais e, também a tradicional Lavagem da Igreja, já no dia (9) domingo de Pentecostes os ritos seguem com alvorada, apresentação da Filarmônica 28 de Abril, cortejo imperial sob a guarda da Marujada do Divino, missa solene, coroação do imperador, procissão e entrega de coroa e bandeira para o imperador 2020.

Em Salvador a festa acontece no tradicional bairro de Santo Antônio Além do Carmo, o desfile toma conta das ruas com filarmônicas e fanfarras durante toda a semana. No domingo (9) além da celebração solene, acontece a tradicional ordem de soltura pelo ''imperador'' que é representando por uma criança do próprio bairro, na encenação o imperador ordena a soltura de dois homens que estavam em restrição de liberdade. Uma semana antes o bando anunciador desfila pelas ruas do bairro apresentando o ''menino imperador'‘ para a comunidade. A Festa do Divino também acontece com os mesmos ritos no bairro do Vale dos Lagos, também em Salvador.

A FESTA - De origem portuguesa, a Festa do Divino Espírito Santo exalta terceira pessoa da Santíssima Trindade com manifestações folclóricas e banquetes coletivos de doações religiosas. Constituída de missas cantadas, procissões, apresentação de autos religiosos, a festa também é comemorada em outras regiões do país como nos estados de Goiás, Santa Catarina e Minas Gerais.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.