• Curta no Facebook
  • Nosso Instagram
  • Veja no YouTube
  • Feed RSS
  • Programação Pelourinho
  • Fazcultura 2016 abre inscrições
  • TVE











  • Educadora FM
  • TV KIRIMURÊ
  • Agenda Cultural (Funceb)
  • Respeita as Mina

Conselho Estadual de Cultura

29/06/2019 18:30

Divulgado resultado da análise prévia da 2ª chamada do edital de mobilidade cultural 2019

-
As propostas inscritas na segunda chamada do Edital de Mobilidade Cultural 2019 foram divulgadas pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) na edição deste sábado (29), do Diário Oficial do Estado. 

A chamada pública, que conta com recursos do Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA), apoia artistas, produtores e agentes culturais na realização de diálogos interculturais em outros estados e países. 

Dos 85 projetos enviados, 41 propostas foram inscritas nesta primeira etapa. O período de interposição de recursos é de 30 de junho até 09 de julho, no portal SIIC – Clique Fomento. A próxima etapa do processo de seleção será a análise técnica, seguida da avaliação de mérito.

As propostas abrangem as categorias Formação artística e cultural (Adulto); Formação artística e cultural (Infantojuvenil); Residência artística e cultural; Intercâmbio e Cooperação Cultural ; Circulação, Difusão e Promoção. As atividades de mobilidade cultural acontecerão no período de novembro de 2019 a janeiro de 2020.

Dúvidas e informações sobre o edital podem ser esclarecidas através da Central de Atendimento ao Proponente: (71)3103-3489 / atendimento@cultura.ba.gov.br

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura em articulação com as Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, geralmente aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. Modelo de referência para outros estados da federação, o FCBA está estruturado em quatro linhas de apoio,: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Cultural; Fomento Setorial.


Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.