• novembro negro
  • Corona Vírus Orientações
  • Curta no Facebook
  • Nosso Instagram
  • Veja no YouTube
  • Acesse Linktree
  • LAB
  • Sepromi
  • TVE










  • Educadora FM
  • Respeita as Mina
  • MROSC

Conselho Estadual de Cultura

13/11/2020 15:00

Novembro Negro da Bahia: Vozes Negras Mudam o Mundo

A Bahia celebra o Novembro Negro 2020, calendário emblemático de lutas e mobilizações pela afirmação do povo negro, combate ao racismo, à intolerância religiosa e garantia dos direitos. Ao longo de todo o mês um conjunto de organizações da sociedade civil e o Governo do Estado, através da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) e outros órgãos estaduais, realiza e apoia diversas atividades, cujo ponto alto é o 20 de novembro, Dia Nacional da Consciência Negra.

O Governo do Estado, através da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) abriu neste domingo (8), através de uma live no Youtube, o ciclo atividades institucionais do tradicional Novembro Negro na Bahia. O evento ocorreu em formato virtual em virtude do enfrentamento da pandemia de Covid-19 e da impossibilidade de realização presencial, como tradicionalmente acontecia no palco do Teatro Castro Alves (TCA), em Salvador.

Na oportunidade, a titular da pasta, Fabya Reis, divulgou o calendário previsto, cuja culminância ocorre em 20 de novembro, o Dia Nacional da Consciência Negra. “Iniciamos oficialmente nosso calendário do Novembro Negro resgatando a memória da Revolta dos Búzios, que em 1798 deflagrou um processo de luta pela liberdade do povo negro. Atualizamos este processo de resistência com um rico período de atividades institucionais que reforça a luta antirracista e pela diversidade religiosa, sempre nos inspirando no movimento negro que é pioneiro nestas pautas, tão fundamentais para todos e todas”, disse a secretária, destacando que o calendário conta, ainda, com atividades realizadas por outras secretarias estaduais, a exemplo das Secretarias da Educação (Sec) e de Cultura (Secult).

Durante a live foi lançada, ainda, a campanha “Vozes Negras Mudam o Mundo”, que ao longo do mês será desenvolvida, com vídeo institucional e peças de internet que destacam as contribuições do povo negro nos campos das artes, da ciência e esfera acadêmica, além da luta pela liberdade religiosa. As ações fazem parte da agenda estratégica da Década Internacional Afrodescendente na Bahia, cuja adesão do Governo do Estado ocorreu em 2015.
As mobilizações deste ano ganham novos formatos, acontecendo por meio das redes sociais, em virtude do contexto da pandemia mundial de Covid-19, realidade que exige esforço conjunto entre movimentos sociais e instituições. O Novembro Negro, no entanto, não perde sua importância política e simbólica, inclusive integrando a agenda estratégica da Década Internacional Afrodescendente na Bahia.

A instituição do dia 20 de novembro


O dia 20 de novembro foi instituído como o “Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra” em alusão ao líder negro Zumbi dos Palmares, falecido neste mesmo dia, em 1695. A medida tem como base legal a Lei Federal 12.519/11, em atendimento à demanda histórica do movimento negro no Brasil, que elegeu a figura de Zumbi como um símbolo da luta e resistência dos negros escravizados no país. Zumbi liderou o Quilombo dos Palmares (União dos Palmares, Alagoas), comunidade formada por pessoas escravizadas, fugidas das fazendas no Brasil colonial. O quilombo também foi palco da luta pela liberdade de culto religioso e prática da cultura africana.


Campanha publicitária Novembro Negro 2020

Ampliando a mensagem “Todas as vozes contra o racismo. Todas as leis contra os racistas”, a Sepromi desenvolve mais uma campanha de sensibilização e envolvimento da sociedade. Trata-se de uma campanha educativa, fazendo um chamado ao orgulho, à força, ao pertencimento e à valorização do protagonismo do povo negro no desenvolvimento do país, nas diversas áreas, destacando que a nossa gente segue lutando, produzindo ciência, inovando, construindo uma nova sociedade. O lema da campanha é “Atitudes / Vozes negras mudam o mundo. E a sua?”


Agendas organizadas pela Sepromi no Novembro Negro:

Lives Vozes Negras Mudam o Mundo



Live-Literatura “Escritas e vivências negras” - Quarta-feira, 11/11, às 16 horas.
Canal da Sepromi no Youtube (Youtube.com/SepromiBahia)

O evento será bate-papo sobre literatura negra entre Zulu Araújo (Diretor da Fundação Pedro Calmon) e a Escritora Carla Akotirene (feminista negra, autora da obra “O que é Interseccionalidade” que integra a Coleção Feminismos Plurais - coordenada pela filósofa Djamila Ribeiro.

Live-Show “Bahia, Estado África” - Sexta-feira, 20/11, às 18:30.
Canal da Sepromi no Youtube (Youtube.com/SepromiBahia)

Webinário “III Semana da Igualdade Racial Mestre Moa do Katendê” -  Segunda-feira, 23/11.
Canal da Sepromi no Youtube (Youtube.com/SepromiBahia).

Por Sepromi/Ba
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.