• Programa de Estágio
  • Curta no Facebook
  • Nosso Instagram
  • Veja no YouTube
  • Feed RSS
  • Programação Pelourinho
  • TVE











  • Educadora FM
  • TV KIRIMURÊ
  • Agenda Cultural (Funceb)
  • Respeita as Mina

Conselho Estadual de Cultura

16/09/2019 04:20

Museu de Arte da Bahia é destaque entre os mais visitados do Nordeste

Recentes pesquisas classificam a relação dos museus mais visitados do Brasil, em 2018, através do Instituto Brasileiro de Museus - Ibram divulgou os cinco museus mais visitados do Nordeste, dois deles estão na Bahia. Além do Museu de Arte da Bahia - MAB, compõem a lista o Memorial Irmã Dulce (BA), o Centro Cultural de São Francisco (PB), a Fundação Casa Grande - Memorial do Homem Kariri (CE) e o Museu Cais do Sertão (PE).

Já de acordo com outra pesquisa realizada pelo portal G1, o MAB está entre os cinco museus brasileiros de maior protagonismo no primeiro semestre de 2019. Assim, o MAB adquire projeção nacional, estando entre os mais visitados do Brasil, o único do Norte/Nordeste, juntamente com o Museu Nacional de Belas Artes (RJ), Museu da República (RJ), MASP (SP) e Museu da Inconfidência (MG).

Ainda de acordo com a pesquisa o MAB, no período de 2015 a 2019, teve um aumento de 120% de visitantes, o que reflete um diálogo maior com a sociedade. Pedro Arcanjo, diretor do Museu de Arte da Bahia, declara que os museus incorporaram angústias sociais: "O desafio da nossa gestão tem sido criar relações contemporâneas sem descaracterizar seu acervo histórico. Dessa forma, reabrimos o auditório e através do projeto "Diálogos Contemporâneos", promovemos reflexões e encontros sobre a conjuntura política, sexualidade, antropologia, história, raça e gênero, respondendo às angústias colocadas pela sociedade brasileira com aprofundamento da reflexão crítica''. Pedro também destacou ações tomadas em conjunto como gestor do museu: "Criamos também o Laboratório de Experimentação Estética, onde são desenvolvidas experiências em diferentes linguagens e poéticas artísticas. A viabilidade desses projetos no momento histórico atual só foi possível pela dedicação e comprometimento da equipe do MAB'', finaliza Archanjo.

O Museu de Arte da Bahia é vinculado ao Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), autarquia da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult-BA). Criado em 1918, é o museu mais antigo do Estado, constituído por 13.686 peças adquiridas ao longo do tempo, através de doações e da compra pelo Estado da Bahia de obras de grandes coleções particulares. O MAB é reconhecido pela proximidade com a população, por meio das pautas que abrangem exposições, palestras, apresentações musicais, literatura e variadas linguagens artísticas.

O MAB já foi cenário de diversas pautas do Conselho Estadual de Cultura, inclusive como parceiro do Fórum Social Mundial 2018. Já em 2019 o MAB também foi palco da posse histórica da presidente Pan Batista, que celebrou no auditório do MAB a primeira mulher quilombola como presidente de um conselho do estado.

O Museu de Arte da Bahia está aberto para visitação sempre de terça a sexta, das 13h às 19h - Sábados, e domingos  das 14h às 19h. Localizado na Avenida Sete de Setembro, 2340, Corredor da Vitória, em Salvador.


Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.