• Curta no Facebook
  • Nosso Instagram
  • Veja no YouTube
  • Feed RSS
  • Programação Pelourinho
  • TVE










  • Educadora FM
  • TV KIRIMURÊ
  • Agenda Cultural (Funceb)
  • Respeita as Mina
  • Mapeamento dos Conselhos Municipais de Cultura em ATUALIZAÇÃO
  • MROSC

Conselho Estadual de Cultura

27/11/2019 16:50

CEC realiza plenária com homenagem ao Samba de Roda do Recôncavo

Os membros do Conselho Estadual de Cultura da Bahia se reúnem na próxima segunda-feira (2), para realização da última sessão plenária de 2019. A reunião acontecerá pela manhã às 9h30 em Sessão Especial na Câmara dos Vereadores, onde o CEC fará abertura. Em seguida os conselheiros participam de homenagens na Casa do Samba de Dona Dalva. No período da tarde a plenária prossegue a partir das 13h na Fundação Hansen Bahia. Ambos espaços são  localizados na cidade de Cachoeira, no Recôncavo Baiano. As atividades são abertas ao público.

O CEC realiza mensalmente sessões plenárias que apresentam diversas pautas, dentre elas ocorrem diálogos sobre situações acerca da política cultural, tanto estadual como nacional, apreciações, informativos, sugestões, moções, construção de parecer para registros e tombamentos, , além da pauta "Fala Sociedade'', um espaço aberto ao público que durante as plenárias podem se manifestar de forma livre, através de convites, diálogos, sugestões, entre outros assuntos voltados para a cultura.

A última sessão plenária do ano será marcada por homenagens ao Samba de Roda do Recôncavo, que teve o parecer de registro como Patrimônio Imaterial da Bahia dado como favorável pela autora do documento, Nide Nobre, ex-conselheira de cultura e ex-componente da Câmara Técnica de Patrimônio do CEC. O documento segue para os trâmites legais de aprovação.

Como parte das homenagens ao Samba de Roda do Recôncavo, uma das mais antigas representantes do ritmo é Dona Dalva Damiana, Doutora Honoris Causa, que fará um receptivo e receberá a comitiva de conselheiros na Casa do Samba que leva o seu nome, Ponto de Cultura em Cachoeira. Diversos sambadores e sambadeiras da Bahia e agentes culturais também compõem a celebração do evento, todos os representantes do segmento estão convidados.



Dona Dalva Damiana durante agradecimentos na Câmara dos Vereadores (Foto: Lucas Vinícius)


Samba de Roda -  Como uma das mais importantes expressões culturais presente em todo o Estado da Bahia, o ritmo tem sua característica mais presente no Recôncavo Baiano. Profundamente ligada aos africanos, parte das características do ritmo são preservadas por comunidades quilombolas e mistura traços culturais com inúmeras variantes, como o samba chula, samba corrido, samba barra vento, entre outros. Os toques compassados e bem ritmados são formados por instrumentos de corda, marcação, pandeiro, palmas e até mesmo o som de uma faca riscando um prato compõem a condução do ritmo, juntamente com as vozes marcantes dos sambadores e sambadeiras da Bahia. Com diversos representantes pelo estado, o Samba de Roda carrega marcas da herança histórica que são passadas de geração em geração.

Reconhecimento -  O Recôncavo Baiano é considerado o berço do samba brasileiro, além da música e da dança, o ritmo reúne elementos que fizeram o samba ser registrado como Patrimônio Cultural do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 2004, e recebeu logo em seguida, em 2015, o reconhecimento como Obra-Prima do Patrimônio Oral e Imaterial da Humanidade pela UNESCO.

O CONSELHO - Órgão colegiado do Sistema Estadual de Cultura, o Conselho Estadual de Cultura da Bahia (CEC) tem entre suas atribuições a missão de apreciar e contribuir com a elaboração e o cumprimento do Plano Estadual de Cultura. Além disso, deve propor e estimular a discussão sobre temas relevantes para a cultura na Bahia, assim como promover a participação da sociedade civil na definição e fiscalização das políticas, programas, projetos e ações culturais.

Compete ao CEC, entre outras atribuições, deliberar tecnicamente sobre os processos de tombamento, registro e salvaguarda de bens materiais e imateriais do estado, mediante dossiês previamente construídos pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC). Quando aprovados no Conselho de Cultura, os processos são direcionados para a governadoria e posteriormente encaminhados para aprovação do governador.

Programação:

9h30 - Sessão Especial ao Samba de Roda do Recôncavo.

Local: Câmara dos Vereadores

 

10h30 - Homenagens ao Samba de Roda do Recôncavo.

Local: Casa do Samba de Dona Dalva

 

13h00 - Sessão Plenária.

Local: Fundação Hansen Bahia.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.